anp

LÍDER DO PARLAMENTO REUNIU-SE COM O BISPO DE BISSAU E A COMUNIDADE INTERNACIONAL PARA A ANALISAR A CRISE

 

 

O Presidente do Parlamento da Guiné-Bissau, Cipriano Cassama, avistou-se esta segunda-feira (09.04) com o Bispo de Bissau, Dom José Cámnate na Bissign e a Comunidade Internacional, o chamado P5, para analisar a crise política do país.

Estes encontros separados, soube a Rádio Jovem é busca do caminho para uma solução duradoura para o prolongado impasse político no país, que passa pela implementação do Acordo de Conacri.

Tanto o Bispo de Bissau e bem como os membros da Comunidade Internacional, escusaram a prestar a declaração a imprensa no final do encontro o líder do hemiciclo guineense, apesar da insistência dos jornalistas em obter alguma reação sobre o teor da reunião.

A Guiné-Bissau está mais de 80 dias sem o Executivo, a legislatura do atual mantado parlamentar termina a 23 de Abril do ano em curso e há quase quatro anos mergulhada numa autêntica disputa pelo poder. No início do ano, o Chefe de Estado, José Mário Vaz, demitiu o executivo liderado por Umaro Sissoco Embaló e nomeou um novo primeiro-ministro, que até agora não apresentou o seu Executivo.

A quando da sua tomada de posse, prometeu “para breve” a formação do seu governo, o que não aconteceu, tendo remetido a um silêncio ensurdecedor. O impasse persiste com reflexo directo na vida das populações.

Os prolongados cortes no fornecimento da luz e água são mais recorrentes. Os preços dos produtos da primeira necessidade estão a disparar no mercado e as principiais instituições da república estão completamente paradas. Há uma espécie serviço mínimo.

Por: Alison Cabral